Mudança Vancouver-Toronto

Mudamos no final de junho meio sem saber se íamos ficar em Toronto depois das férias de verão, pois o Saulo apesar de já estar trabalhando lá não sabia se o projeto ia continuar. Então os planos eram: passar julho em Toronto (enquanto ele estivesse trabalhando lá) e agosto no Brasil (acabamos ficando até final de setembro também). Como não tínhamos destino, saímos da casa e resolvemos colocar nossa mobília (e todos os objetos pessoais, inclusive roupas) num storage. Viajamos com apenas 1 mala e meia cada um com roupas para o verão em Toronto e o inverno ameno no Brasil. Virando família portátil em 3, 2, 1!

Packing! Packing! Packing!

IMG_6305

Ajudante especial

IMG_6282

De novo, mais uma mudança de U-Haul

IMG_6300

Uma dessas portinhas é onde está toda a nossa casa, num storage lá em Surrey:

IMG_6319

Chegou o dia!

Processed with VSCOcam with m5 preset

IMG_6350

Aproveitando o lounge do Air Canada (p.s.: é suco de cranberry)

IMG_6348

IMG_6353

Já que tem que comprar a comida nesses vôos internos, imagina se eles iam perder a opção de sushi!

IMG_6362

IMG_6366

Próximas aventuras: www.saulocarlabeatriznicholasintoronto.wordpress.com . Até lá!

 

Últimos dias na costa oeste

Já mudamos para Toronto, já temos blog novo, novas aventuras mas faltava registrar aqui os últimos momentos que passamos morando em Surrey (Vancouver). (Depois ainda faço post da mudança!)

Churrasco na praia com uma turma de brasileiros e canadenses

IMG_6125 IMG_6140 IMG_6144 IMG_6147 IMG_6148 IMG_6180 IMG_6132 IMG_6137

Passeios de bicicleta no parquinho da escola Frost Road

IMG_6172 IMG_6176Aniversário do amiguinho do daycare do Nicholas

IMG_6055

Olha quem foi correr comigo nesse dia:

IMG_6221

Parquinho em South Surrey

IMG_6292

Barbecue (hamburguer) do Saulo

IMG_6186

Starbucks com as crianças (o sofá parece ótimo para tirar uma soneca!)

IMG_6189   Ahhh quantas saudades de lá!!!

Capilano Suspension Bridge

IMG_6088A maior atração de Vancouver e nós fomos visitar depois de 3 anos morando aqui, prestes à se “mudar da cidade”! Saulo sempre ficou “enrolando” para irmos na Capilano Suspension Bridge por vários motivos: já tínhamos ido na de Lynn Valey (que é menor, mas também é ponte suspensa), era um programa muiiiito de turista (e $$$) e ele ficava com medo das crianças nas atrações de lá (além da ponte, cliffs, subidas em árvores, muita altura… na Lynn Valey as crianças só queriam saber de subir nas pedras e ir nos penhascos…). Mas aí eu dei um deadline para ele: antes de nos mudarmos, nós vamos lá!IMG_6084IMG_6108E fomos num sábado lindo de sol! Exploramos todos o parque. A ponte é realmente incrível, mas como já tínhamos ido na de Lynn Valey, acho que cortou um pouco a emoção de andar naquele troço balançando lá no alto. Todo o parque é lindo, fomos numa casinha que as crianças apelidaram de “a casinha de madeira do lobo mau”, percorremos uma área que tem um riacho cheio de peixes e a tinha animais para eles verem como uma coruja, águia…IMG_6059IMG_6085IMG_6092IMG_6097IMG_6089IMG_6091Adoramos a parte que anda numa plataforma em volta de um penhasco (CliffWalk) e também o eco-trekking nas árvores. Mas era muito turista atravessando de uma árvore para outra, e parava para tirar foto, e eram grupos.. ai ai ai… eu prefiro explorar essas coisas suspensas sem muita gente “pendurada” junto!IMG_6112IMG_6102IMG_6110A área com artes e história da civilização do Canadá também é muito interessante.IMG_6069IMG_6062IMG_6067IMG_6065Mas valeu pelo passeio. Vai deixar saudades…IMG_6111IMG_6076

Wedding Anniversary

IMG_4995Esse ano comemoramos 10 anos de casamento! D-e-z   a-n-o-s !!!! Muito legal, nem parece esse tempo todo! Acho que completar uma década é um pouco diferente de comemorar os outros anos, né? Sei lá, para mim parece igual comemorar 9 ou 11, mas achei que o Saulo estava mesmo este ano comemorando uma grande data: veio de Toronto num vôo mais cedo (na quinta mesmo, mas à tempo da gente sair para comemorar), como sempre ganhei flores e resolvemos ir jantar num lugar muito chique e romântico: Hawksworth Restaurant, no histórico Hotel Georgia*, um clássico da cidade.

IMG_4998* Inaugurado nos anos 20, já teve hóspedes pra lá de ilustres, como John and Ethel Barrymore, Marlene Dietrich, Sir Laurence Olivier, John Wayne, Gary Cooper, Katharine Hepburn, Bing Crosby, Frank Sinatra, Elvis Presley, Rolling Stones além da Realeza Britânica.

Chamamos a Ceci, a babysitter ex-professora do ex-daycare do Nicholas que sempre fica com as crianças (e me deixa tranquila) e lá fomos nós super cedo para downtown. Nosso jantar até que estava marcado para um horário tarde para os padrões canadenses (8:30 pm) mas foi perfeito para a gente.IMG_4976A comida deliciosa: fine dining realmente tem seu preço e eu aprecio muito como os chefs conseguem fazer uma mistura delicada de ingredientes e o prato se torna único. No final pedimos uma sobremesa que ainda veio com um mimo do restaurante para a gente, desejando Happy Anniversary!

IMG_4984IMG_4982IMG_4985IMG_4997
Já que estávamos nas dependências do Hotel Georgia (apesar do restaurante não ser do Hotel), entramos e fomos dar uma esticadinha no famoso roof top de Vancouver: o Reflections. Fica no 4.o andar do Hotel (não é lá em cima), super arejado, não tem uma vista daquelas (está rodeado de prédios) mas a decoração é tudo de bom. Som, drinks, gente bacana, bar e restaurante numa varanda super descolada. Saulo ficou pensando porque não tínhamos reservado lá ao invés do Hawkswoth… Mas eu achei que foi ótimo, pois conhecemos os dois ao mesmo tempo, e Hawksworth é mais íntimo, perfeito para um jantar à dois!IMG_5004So, happy wedding anniversary to us!!!

 

Dia das mães

IMG_4907IMG_4922IMG_4910No dia das mães fizemos um passeio que adoramos, e acabei esquecendo de registrar aqui no blog. Fomos andar pelo Canada Place, o conhecido cartão postal de Vancouver. Neste domingo tinha um daqueles super navios ancorado lá, e as crianças ficaram babando, porque passamos bem pertinho dele.

IMG_4924IMG_4917IMG_4918IMG_4925

 

Nada de brunch como todo mundo aqui faz no dia das mães. Se bem que até queríamos. Mas nunca que a gente consegue sair de casa assim tão cedo para tomar café da manhã fora – até todo mundo estar pronto e arrumado, ligar para o Br para falar com a família e etc, já bateu uma fome danada em todo mundo (eu principalmente, não sou ninguém sem café da manhã!), então o negócio é sair para almoçar mesmo. Almoçamos no Cactus Club Cafe que tem ali em Coal Harbor, contiuando na orla, em frente ao Olympic Caldron. Não teve tanta fila de espera porque chegamos já meio fora do horário para almoçar, tipo 3 e meia da tarde, e ficamos numa mesa ótima na varanda. Como o tempo estava espetacular – muito sol e bem fresquinho – foi perfeito. Tomei até um drink que acho que vou eleger o drink desse verão por aqui: uma sangria, muito deliciosa e nada muito doce (detesto aqueles drinks muito doces, me deixam com dor de cabeça). Acabamos não pedindo pratos enormes, fomos ficando nos pestiscos e no final pedimos para cada um sanduíche.

IMG_4916IMG_4915IMG_4936

As crianças ainda brincaram e correram ali perto da “Orca de Legos”. Como eles gostam desse lugar!

IMG_4931IMG_4940IMG_4929

Foi ótimo nosso dia das mães!

Visitinha ao Zoo

IMG_4488Fomos ao Greater Vancouver Zoo pela segunda vez. Já tínhamos ido no ano passado, também na primavera, assim que o calor começou a aparecer. E com o Nicholas todo empolgado por bichos por esses tempos (ele vinha pedindo para ir ao zoo) resolvemos ir de novo. Agora, acredita que ele não lembrava que tinha ido no ano passado? Incrível, memória nessa idade funciona diferente mesmo (lembra de outros detalhes de quando era até mais novo, mas não lembrava que tinha ido ver o tigre, o lobo, o crocodilo…). Então foi bem assim: a empolgação do Nicholas era tanta (de novo) a cada bicho que ele via, que parecia mesmo que estava indo pela primeira vez! Beatriz claro que lembrou, e curtiu tudo de novo também.IMG_4518IMG_4520IMG_4505Bom, tinha feito um tempo mais quentinho na semana que a gente resolveu ir (no início de abril), então no sábado estava prometendo fazer sol depois do almoço (o horário que nós fomos) e saímos todos animados de camiseta curta, moleton… Tudo isso para na primeira volta no Zoo e eu já estava morrendo de frio, andando encolhida e as mãos congeladas (as minhas ficam assim fácil!). Ainda bem que eu tinha levado casaco (grosso) para todo mundo pensando no restante do dia após ida ao zoo (nessa família aqui tudo é possível num mesmo dia, sei lá se a gente ia voltar para casa ou esticar para algum lugar) e tive que ir no carro pegar para todo mundo para “salvar” o passeio. Mais mesmo para mim, porque os demais estavam tranquilos, mas foi bom para protegê-los da friagem.IMG_4521IMG_4523IMG_4490O Zoo de Vancouver não chega a ser um tipo assim “San Diego Zoo” como escrevi nesse post aqui quando fomos pela primeira vez, mas é bem grandinho sim. No final ficamos umas 2 horas e meia lá dentro, e só pararamos para fazer um picnic que levamos para lá. Ou seja, andamos nada mais nada menos de umas duas horas direto!IMG_4501IMG_4493IMG_4495Na saída ainda tivemos que passar no supermercado, ou seja, mais andança!!! Só sei que no final do dia estava todo mundo “destruído” mas felizes da vida, pois adoramos passeios assim!

Grouse Mountain

IMG_4398Casa de ferreiro o espeto é de pau, certo? Ditado popular que faz jus sim: até esse dia ainda não tínhamos ido numa das principais atrações turísticas daqui: Grouse Mountain. Pois bem, já posso cortar Grouse da minha listinha de lugares To Go!IMG_4385IMG_4415IMG_4381Final da temporada de inverno, até ficamos surpresos com a quantidade de neve que ainda tinha lá em cima. Escolhemos um dia bem ensolarado para ter uma vista de Vancouver bem linda lá de cima. E fomos com o casal Carlos e Monica, com a Karen, amiguinha do ballet da Beatriz. Subimos na gôndola (gizuiiiiisss como é alto!!! juro que como engenheira mecânica ando nessas coisas meio “escabriada”, pensando só nas falhas e tal, obsevando a “jeringonça” mas no final fico maravilhada com a “máquina”…) e o conhecemos todas as áreas lá de cima. Tinha muita gente esquiando de camiseta de alcinha e snowboarders tirando onda de bermuda, porque tava mesmo calor. Tanto que eu e Monica fomos de tênis (tínhamos até comentado isso por telefone antes de irmos), enquanto os outros foram prevenidos com botas de neve. Conclusão: eu e ela de pés encharcados pois cada passo tínhamos que afundar o pé na neve ainda mais com ela querendo derreter…IMG_4390IMG_4389IMG_4432Passeamos nesse trenó-trator aí e ainda paramos numa área que estava tendo um evento para crianças, e os meus quando viram que tinha face painting já correram para a fila para pintar a carinha. E essas máquinas na foto acima é que fazem o “milagre” mantendo a pista sempre com neve adequada para o ski.IMG_4397IMG_4425IMG_4427IMG_4428Vista lá de cima:IMG_4441IMG_4449Algumas fotos da gôndola…acho que não peguei ângulos muito bons. Quando fui com mamãe quando ela esteve aqui e visitamos só a entrada de Grouse Mountain tiramos fotos da gôndola saindo da estação e ficaram bem melhores.IMG_4447IMG_4377De lá fomos para o Park Royal, e apresentamos o Whole Foods para o Carlos e a Monica, para aquele almocinho saudável e delicioso.